10 ideias de decoração para o quarto de dormir
sexta, 14 de dezembro de 2018 Homify Sílvia Cardoso JDias

A importância que cada divisão da casa tem é a que lhe atribuímos. Porém, há espaços que são vistos com mais interesse e o quarto está entre eles. É lá que recarregamos energias e que encontramos a nossa privacidade, especialmente importante quando a família é numerosa. Importa, assim, criar um ambiente que convide ao repouso, onde nos sintamos confortáveis e que surja enquanto extensão da nossa personalidade do ponto de vista estético. 

Para agitar a decoração do quarto, não é preciso muito. Por vezes, basta alterar os têxteis da cama, mudar as capas das almofadas, pôr umas cortinas novas ou até pintar um móvel mais antigo com uma cor fresca e moderna. As opções são muitas e para diferentes orçamentos. 

Seja qual for a ideia para o espaço, vale a pena ir beber inspiração a projectos de decoração sedutores. Nestes projectos, encontramos quase sempre ideias originais e detalhes que jamais nos passariam pela cabeça. 

Neste artigo, reunimos dez quartos de encher o olho. 

Vamos vê-los? Venha daí!

1. Menos é mais

Começamos o nosso artigo por um quarto que, em termos de decoração, nos mostra que, efectivamente, menos é mais. O lema de Ludwig Mies van der Rohe é, aliás, repetido amiúde aqui pela homify. O espaço não tem uma panóplia de objectos, mas os que tem chamam a atenção. A cama, por exemplo, diferencia-se por ter a cabeceira de uma cor e o sommier de outra. A cabeceira em cinza escuro contrasta com o branco sujo do sommier, o que torna a decoração mais dinâmica. Sobre a cabeceira, encontramos um conjunto de ilustrações que decoram a parede numa disposição simétrica. Por fim, mas não menos importante, vale reter a ideia dos candeeiros suspensos que substituem os tradicionais cabeceiros das mesas de cabeceira. 

2. Madeira a revestir a parede por detrás da cama

O elemento mais marcante deste quarto é a madeira natural na parede por detrás da cama. Neste caso, optou-se por pinho natural aplicado em chevron (efeito espinha de peixe). Esta parede, por estar revestida em madeira, torna-se no ponto focal do quarto pelo conteúdo estético que lhe empresta. Ao mesmo tempo, trata-se de um material conhecido por proporcionar aconchego aos espaços, tornando-os, por conseguinte, menos frios ou estéreis. 

Neste quarto, mais uma vez, aparecem os candeeiros suspensos sobre as mesas de cabeceira. É uma abordagem elegante à iluminação e uma forma de desimpedir as mesas de cabeceira que têm, assim, mais espaço para acomodar objectos de decoração como molduras, jarras com flores, caixinhas, entre outros.

3. Cores quentes e sensuais

Os tons neutros e muito claros têm invadido as tendências de decoração e continuarão a ser uma presença forte dentro dos espaços. Todavia, as tonalidades quentes e sensuais parecem, ultimamente, ter sido redescobertas e incorporadas em todas as divisões da casa. O quarto que acima vemos é disso exemplo. Trata-se de um quarto com uma atmosfera sensual, recatada, intimista, quente e acolhedora. Sobressai, na divisão, a parede num sedutor tom de castanho que nos lembra uma calda de açúcar puxada ao limite. A atmosfera luxuosa deste quarto transmite conforto e, de certa forma, consegue catapultar-nos para a natureza com as suas cores aguerridas e envolventes. 

4. Arrumação à medida e um nicho de leitura

Não podíamos deixar de incluir este quarto que se evidencia pelo espaço de arrumação construído à medida em torno da janela. De forma inteligente, conseguiu-se criar, naquele ponto, um nicho que poderá funcionar, entre outras coisas, como recanto de leitura. O nicho beneficia, claro está, de um generoso fluxo de luz natural que invade o ambiente e pousa delicadamente sobre as superfícies brancas e em cinza claro. Destacamos, ainda, o pormenor da televisão que, por ser pequena e estar suspensa, não sobrecarrega a decoração. Se quiser incorporar televisão no quarto, faça-o com subtileza. Sob a televisão, encontramos um móvel, tipo cómoda, que se estende sob o comprido até à janela. 

5. Um roupeiro muito bem pensado

Na nossa quinta imagem, deparamo-nos com um volume em branco e madeira que funciona como roupeiro. O volume é intrigante já que, na base, parece que lhe foi retirada uma fatia. Este roupeiro, que se prolonga do chão ao tecto, funciona também como divisória, criando uma área de closet cuja parede espelhada cria uma ilusão de óptica que oferece profundidade ao espaço, para além de ser funcional para o dia-a-dia. Se o seu quarto é amplo, considere esta ideia.

6. Papel de parede

O papel de parede é uma excelente forma de dar um novo élan ao quarto sem ter que se gastar muito dinheiro. A aplicação tem os seus truques – mas não é nada de muito complicado! – e, se se vier a fartar do papel, basta retirá-lo e substituí-lo por outro ou, tão-somente, pintar a parede. Para este quarto, optou-se por um papel de estilo clássico e cores neutras. O padrão com riscas cinza joga com os padrões geométricos das almofadas decorativas e enfatiza a cabeceira da cama preta. E assim se dá identidade a um quarto. 

7. Com preto não me comprometo

“Com preto, nunca me comprometo”. Estamos certos de que já ouviu esta frase em relação ao mundo da Moda. Na decoração, todavia, a coisa não é bem assim. O preto é uma cor para os mais arrojados. Nem sempre é fácil introduzi-lo num espaço, nem todos os espaços se prestam para isso. Há muitos factores que influenciam o uso de preto numa divisão, entre eles a quantidade de luz natural que nela penetra e a luz artificial existente. Além do mais, e sobretudo se é a primeira vez que se vai usar preto na decoração, é conveniente começar por pintar apenas uma parede, tal como se vê na imagem, e combinar a cor com outras mais claras como o branco, o cinza muito claro ou o azul bebé. Se acha que o seu quarto beneficiaria de uma atmosfera mais sofisticada, luxuosa e algo dramática, arrisque no preto. O que acha?

8. Têxteis confortáveis

É triste e pouco apelativo olhar para uma cama coberta por uma simples colcha e com uma única almofada. Sabe aquelas camas de hotel e das páginas de revista com uma miríade de almofadas, um edredão confortável e uma ou mais mantas aos pés? A cama da imagem acima cumpre todos esses requisitos. Quando a olhamos, apetece-nos, de imediato, tirar os sapatos e deitar sobre ela. 

Na zona da cabeceira, para além das almofadas que usa para dormir, pode colocar entre quatro a seis almofadas decorativas com diferentes dimensões e, por que não, cores e padrões e, ao fundo, não se esqueça de uma manta. Aproveite as estações do ano para trocar as capas das almofadas (e do edredão, se for o caso) e mudar um bocadinho a decoração. Assim, nunca se cansa e entedia! 

9. Arrumação à medida

Entre roupas, sapatos, carteiras e acessórios, o espaço de arrumação parece escassear. Além disso, é frustrante ter que acondicionar peças pequenas em grandes gavetas já que se perdem facilmente, o que torna o nosso dia-a-dia mais complicado. Quem nunca andou de manhã à pressa à procura daqueles brincos, lenço, relógio, e assim por diante? Uma boa solução para o problema é comprar ou mandar fazer móveis com pequenos compartimentos que acondicionem os seus objectos pessoais e funcionem como um expositor numa loja. Não lhe parece uma ideia original? 

10. Zona de estar

O quarto, como sabe, não serve apenas para dormir. Às vezes, só precisamos mesmo daquele momento de paz para ler um livro ou estarmos a sós com os nossos pensamentos. Para esse efeito, nada como introduzir uma zona de estar dentro do quarto. Nem sempre é possível porque a dimensão do espaço não permite, mas se tiver um recanto por ocupar, considere preenchê-lo com uma poltrona e uma mesa de apoio. Se for um privilegiado e tiver uma suíte, então aposte mesmo num sofá complementado por poltronas e mesa de centro. Não se vai arrepender!

Ce site utilise des cookies pour améliorer la navigation de nos utilisateurs. En naviguant sur le site, vous consentez à son utilisation. Fermer ou en savoir plus