Lajetas: um revestimento popular disponível em diferentes materiais
domingo, 18 de abril de 2021 Homify Sílvia Cardoso JDias

As lajetas utilizadas para pavimentar ou para revestir paredes são utilizadas em todo o mundo e em todos os tipos de construção, desde jardins a edifícios residenciais e comerciais. Trata-se de um revestimento flexível e fácil de instalar, o que facilita a sua utilização em espaços de naturezas distintas, independentemente da dimensão. Estando disponíveis numa vasta gama de materiais, tamanhos e formas, as lajetas são, por certo, uma boa solução para valorizar, do ponto de vista funcional e estético, uma construção.

Apesar de simples, existem vários tipos de considerações e decisões fundamentais para escolher as lajetas ideais, por isso, a melhor opção passará sempre por contratar um arquitecto que, entre outras coisas, o oriente na escolha dos materiais para a construção ou remodelação da sua casa ou de qualquer outro ainda. Ainda assim, é oportuno saber que opções existem e a que preços. Hoje, é sobre isso que lhe escrevemos. Ora tome nota.

1. Benefícios da utilização de lajeta

Existem várias razões pelas quais as lajetas são tão populares enquanto material para o revestimento de pisos e de paredes.

Para começar, existem lajetas de vários materiais, formatos e tamanhos, o que permite um maior grau de personalização e de criatividade. Com as lajetas, podem-se até construir padrões. A paleta de cores também é bastante alargada, o que torna fácil a escolha do material e da tonalidade que melhor se adapta ao meio envolvente e ao ambiente que quer criar no espaço, seja ele interior ou exterior. As lajetas são, também, um revestimento que oferece resistência e durabilidade e que, por isso, se adaptam a qualquer tipo de construção, clima e solo, garantindo que não terá preocupações durante muitos anos. Por fim, mas não menos importante, há a questão do tempo e, ainda, a do preço. A instalação de lajetas é, por norma, rápida e económica. O preço da lajeta, propriamente dito, variará conforme o material de que esta for feita, pelo que deve considerar todas as opções e pedir orçamentos em várias lojas para que possa fazer a escolha que melhor for ao encontro do seu orçamento.

2. Lajetas de pedra natural

As lajetas de pedra natural estão entre as mais requisitadas do mercado pois apresentam características impossíveis de reproduzir. Trata-se de um produto de qualidade superior, de alta resistência e de generosa durabilidade. Esta gama de materiais mantém-se elegante com o passar do tempo, resiste bem às adversidades do clima, é fácil de limpar e está disponível em cores e padrões subtis e únicos. Além de tudo, a forma como a pedra é extraída para depois ser utilizada requer um processo mais ecológico do que o do fabrico de betão. 

Dentro das lajetas de pedra natural, há quatro que se destacam: granito, grés, calcário e ardósia. Mas, vamos por partes.

2.1. Lajetas de granito

O granito, fruto da sua composição que resulta da mistura de quartzo e de feldspato, é a pedra mais durável de todo o leque e possui uma porosidade mais baixa do que as demais, o que significa que tem maior impermeabilidade. A superfície não porosa do granito torna as lajetas deste material fáceis de limpar. Além disso, são dificilmente danificadas por líquidos e arranhões. No mais, o granito adapta-se bem às diferentes temperaturas e é resistente à erosão química.

Por outro lado, tendo em conta a sua dureza, é uma pedra muito pesada e difícil de cortar e trabalhar. É, ainda, uma pedra com um preço bastante elevado, embora, pela sua resistência e durabilidade, o custo do material possa ser compensado na pouca manutenção necessária. Ainda assim, se pretende um pavimento de exterior ou interior barato esta pode não ser a solução que procura.

2.2. Lajetas de grés

Outro material bastante popular, em virtude da vasta gama de cor e de acabamentos disponíveis, é o grés. Esta pedra é composta por pequenos grãos que se mantêm juntos através de silício e, por isso, apresenta um elevado nível de dureza que varia conforme o acondicionamento dos grãos: quanto mais apertados, mais duro é o grés. É uma pedra fácil de encontrar no mercado, muito fácil de trabalhar e que resistirá, sem problema, a condições climáticas adversas. A durabilidade deste material é longa e a manutenção e limpeza são fáceis de levar a cabo. 

Porém, com o tempo, a sua cor e os seus padrões podem perder alguma definição e a pedra começar a apresentar um aspecto gasto. A composição 100% natural e sem tratamentos faz com que o grés seja áspero e apresente, por vezes, imperfeições pouco desejadas.

2.3. Lajetas de calcário

O calcário tem algumas semelhanças com o grés como, por exemplo, o facto de também ser uma pedra formada por pequenos grãos. A diferença está no material que os une (mistura de cal e silício) e que a torna diferente em termos de tons e texturas. Além disso, os grãos que compõem o calcário são mais consistentes e, por isso, esta pedra é menos porosa do que a anterior. É uma pedra fácil de cortar e de trabalhar e, pela sua composição, surge numa paleta de cores profundas e impossíveis de igualar.

Contudo, implica vários cuidados de manutenção pois está mais suscetível ao desgaste. Tem uma paleta de cor mais limitada (mas bonita) e, no caso de não ter tratamento, pode sofrer danos provocados por produtos mais ácidos.

2.4. Lajetas de ardósia

Ao contrário das duas anteriores, a pedra de ardósia é formada por camadas. Essa composição tem impacto nas propriedades da pedra, assim como na sua utilização. As texturas e cores da pedra são um grande destaque e a sua resistência permite que esta se mantenha intacta por muito tempo. Além disso, estas lajetas são extremamente impermeáveis e muito duráveis, mesmo quando utilizadas em espaços exteriores. 

Todavia, podem não ser muito fáceis de instalar e, se não forem devidamente tratadas, as camadas podem começar a descascar o que cria desníveis tornando a pedra mais feia e mais susceptível a danos provocados pela água e humidade.

2.5. Lajetas de betão

As lajetas de betão apresentam algumas vantagens e desvantagens em relação às de pedra natural. À partida, até podem parecer muito idênticas em termos de aspecto e eficiência, mas há sempre coisas que as distinguem. 

Para começar, o assentamento de lajetas de betão é simples e rápido, e estas são muito mais baratas de comprar, mais fáceis de encontrar e existem, fruto da forma como são feitas, numa paleta de cores e texturas mais ampla. A sua textura pode ser manipulada de forma a apresentar diversas soluções, da mais porosa à mais lisa. Na hora de comprar, tem, ainda, uma variedade de escolha muito maior, uma vez que elas são vendidas nos mais diversos tamanhos e formas. Pelas suas características e vantagens, as lajetas de betão para pavimento exterior ou interior e para fachadas serão sempre uma solução à medida de muitos dos proprietários. 

No entanto, por muito que as lajetas de betão se possam aproximar visualmente das de pedra natural, a verdade é que nunca serão exactamente a mesma coisa. São menos originais em tonalidades e texturas e a sua qualidade é claramente inferior. Estão, por isso, mais expostas ao desgaste e aos danos provocados pelo passar do tempo e pelo uso. Para além de ser um pavimento de exterior barato e uma boa alternativa ao pavimento exterior em pedra, as lajetas de betão também podem ser aplicadas na fachada.

Lajetas de betão aplicadas à fachada

Para além de ser uma boa alternativa ao pavimento exterior em pedra e uma solução apelativa para quem quer um pavimento exterior barato, o betão também pode ser aplicado em fachadas.

As lajetas térmicas são uma boa solução de isolamento térmico e impermeabilização dos edifícios, criadas por uma camada de isolamento térmico de poliestireno extrudido e uma camada de betão impermeabilizado. Estas lajetas são bastante resistentes às alterações climáticas e possuem uma durabilidade alargada. São fáceis de instalar e tornam o edifício mais confortável e adaptado às necessidades do proprietário.

Ce site utilise des cookies pour améliorer la navigation de nos utilisateurs. En naviguant sur le site, vous consentez à son utilisation. Fermer ou en savoir plus