Mesas de jantar - que tipos existem e como escolher
sexta, 13 de setembro de 2019 Homify Elisabete Figueiredo JDias

A mesa é a peça central na sua sala de jantar! À volta dela cresce o estilo da divisão – em cadeiras e acessórios, a combinar ou a contrastar – mas tendo-a sempre como ponto de partida. 

Por este motivo, a escolha da mesa de jantar é um assunto delicado, que deve ser bem pensado. Há literalmente milhares de designs e uma outra imensidão de materiais, sendo que cada um tem um impacto individual na estética e na funcionalidade do espaço. 

Que fazer? Como planear a escolha? Quer materiais há no mercado? Quais são as formas mais comuns? Que tamanho devo escolher? 

Estas e outras questões surgem no horizonte. Descubra todas as respostas aqui! 

1 – O que deve ter em consideração para a escolha 

As mesas de jantar têm um peso muito diferente das mesas de cozinha. Ao contrário das mesas de cozinha, que podem dar-se ao luxo de primarem mais pelo aspecto funcional, as mesas de jantar devem conjugar beleza e funcionalidade na perfeição, pois estão bem à vista de todos, família e convidados. 

Nos actuais conceitos de design de interiores as mesas de jantar ganham uma importância superior e a sua escolha reveste-se de cuidados especiais. A multifuncionalidade impõe-se e a integração de ambientes é uma constante. É normal as salas de jantar partilharem o espaço com a sala e vai-se tornando cada vez mais comum que o partilhem também com a cozinha, em abono da amplitude. Assim, na hora de comprar é preciso ter alguns pontos em consideração para evitar escolhas desastrosas que podem ter consequências em todo o ambiente. Vejamos: 

  • Espaço disponível 

Uma avaliação rigorosa do espaço disponível para a mesa impõe-se ainda antes da escolha do estilo. É fundamental determinar com exactidão as medidas do espaço, mas também perceber a sua conformação e como se interliga com as restantes funções no espaço. Uma mesa demasiado pequena pode fazer com que o ambiente fique um pouco desolado e pareça vazio. Uma mesa demasiado grande pode tornar o espaço impraticável por falta de vias de passagem adequadas, além de encolher visualmente a área. O ideal é que haja proporcionalidade, deixando pelo menos um metro ao redor da mesa para a movimentação das cadeiras. 

  • Forma da área a usar 

A geometria da área disponível é outro ponto fundamental a ter em conta. Se tem uma área estreita e comprida deve evitar firmemente uma mesa redonda, pois haverá sempre uma área vazia, a não ser que destine esse espaço a outro móvel específico. Da mesa forma, um pequeno espaço quadrado se beneficiará muito com a presença de uma mesa redonda de dimensões reduzidas. Um espaço com uma geometria fora do normal pode necessitar de uma mesa feita à medida. 

  • Necessidades de utilização 

Tem muitas visitas? Gosta de receber? Mesmo com um espaço reduzido precisa de uma mesa que responda às suas necessidades. As mesas de jantar extensíveis são opções perfeitas que actualmente já aparecem em vários estilos e materiais, incluindo com tampo redondo. Mas mesmo para uma utilização quotidiana e familiar deve sempre assegurar lugar e conforto para toda a gente. 

  • Transições 

O posicionamento e a forma como a mesa se relaciona com a restante linguagem estética são muito importantes. A mesa de jantar deve ficar o mais próximo possível da área de confecção das refeições para facilitar o serviço e simultaneamente assegurar uma transição suave entre a cozinha e a sala de estar. 

2 – O formato 

Os formatos de mesas de jantar mais comuns são os rectangulares e os redondos, mas também é comum encontrar mesas quadradas e ovais. Para além dos formatos standards, que pode encontrar no mercado, tem também a opção sempre acertada de encomendar uma mesa à medida para o seu espaço. Um designer de interiores e um bom carpinteiro podem fazer toda a diferença! 

As mesas de tampo rectangular ainda são as preferidas pois, além de serem bastante versáteis, permitem uma utilização confortável, com os anfitriões nos topos e os convidados confortavelmente reunidos nas laterais. As mesas redondas, em especial as mesas clássicas e em madeira, dão sempre um tom original e ecléctico aos ambientes. 

Já falámos um pouco da importância do formato da mesa, sobretudo no que respeita ao tampo, mas há outro factor que influencia muito no formato da mesa, e por isso no estilo do móvel e de todo o ambiente. 

As pernas ou suportes têm um papel menos preponderante do que o tampo na área ocupada, mas têm uma palavra forte a dizer no que toca ao estilo. Ao contrário do tampo, que tem sempre de ser plano para suportar eficientemente as loiças, os suportes podem ser arredondados, angulares ou fortemente esculpidos, contribuindo bastante para a estética global. 

Por exemplo um suporte de madeira em tripé, muito normal nas chamadas mesas de pé-de-galo, com tampo redondo, confere ao espaço um tom retro vintage que está muito na moda. Mesas com pernas projectadas lateralmente, estiveram muito em voga nos anos cinquenta e sessenta do século passado e agora voltam à vida em ambiente retro e de inspiração escandinava. Chamam-se mid century modern e são uma tendência muito forte e marcante, capaz de produzir ambientes super contemporâneos. Pernas de linhas rectas são mais conotadas com o estilo moderno e a simplicidade do seu fabrico produz mesas de jantar baratas, mas com muito estilo. 

As combinações são infinitas, havendo mesas modernas com suportes muito originais, em formatos inusitados (cruzes, blocos de madeira rústica, arcos de aço ou cromado, entre outros) que vão ser as peças centrais do espaço onde estão inseridas. 

3 – Os materiais 

O material de eleição para as mesas de jantar ainda é, agora e sempre, a intemporal madeira! Na sua forma mais rústica, trabalhada nos métodos modernos ou imitada por materiais de vanguarda, é na madeira que ainda recai a maior parte das preferências. Isto é normal pois a madeira continua a exercer o seu fascínio de aconchego desde tempos imemoriais, sendo notória a sua versatilidade. 

O vidro e o metal também têm o seu papel nesta equação, e as mesas com tampo de vidro ganham adeptos pela sua resistência e leveza. 

Apesar de o vidro ser muitas vezes conotado com um estilo mais moderno, a verdade é que as mesas de jantar com tampo de vidro podem ter o estilo que desejar. O vidro também é muito versátil, podendo ser combinado com madeira ou metal para conseguir um estilo mais industrial ou mais moderno. 

Há literalmente um mundo de possibilidades que se abre com a adição do vidro à sua mesa de jantar. Há muitos modelos no mercado, com tampo de vidro simples, martelado, gravado, com madeira, ferro ou aço inoxidável, mas para tirar o melhor proveito deste material e das suas combinações o melhor é pedir a um designer de interiores para desenhar o móvel certo para o seu espaço. 

As mesas com pernas e apoio metálicos já conferem seu toque industrial, mas se optar por uma mesa toda metálica, à semelhança de uma bancada de trabalho, está a escolher uma peça totalmente industrial. Se for bem combinada, vai revelar-se uma escolha arriscada que pode render um estilo único. Combinadas com as cadeiras certas (de plástico transparente ou madeira natural) fazem um conjunto fabuloso! 

4 – Os estilos e os acessórios 

Como já referimos, a mesa de jantar é uma peça central, visível e de destaque, que vai ter um grande peso no estilo da sua sala de jantar, e é por isso que muitas vezes há a tendência natural de escolhê-la básica e neutra, para se integrar melhor no ambiente. Mas não precisa de seguir essa via discreta. Opte por uma mesa de impacto e siga pela via da discrição nos acessórios, marcando o seu estilo com uma mesa bem bonita. 

Obviamente é mais simples colocar uma mesa no espírito da decoração de toda a casa, pois desta forma é mais fácil obter equilíbrio, mas se é fã do estilo ecléctico dê largas à sua imaginação. Pode combinar uma mesa de jantar antiga, recuperada, com cadeiras modernas ou vice-versa. Pode combinar o vidro do tampo com troncos de madeira rústica. Pode fazer o que a sua imaginação ditar, desde que evite sobrecarregar o espaço com cores escuras e móveis demasiado pesados. 

Ce site utilise des cookies pour améliorer la navigation de nos utilisateurs. En naviguant sur le site, vous consentez à son utilisation. Fermer ou en savoir plus