4 ideias para dividir a sala de estar da sala de jantar
sábado, 14 de março de 2020 Homify Elisabete Figueiredo JDias

As actuais tendências de interiores ditam cada vez mais multifuncionais. É normal encontrar nas páginas da homify, open spaces que juntam numa só área, a cozinha, a sala de estar e a sala de jantar e, por vezes, outras funcionalidades como o escritório ou uma área de brincadeiras para as crianças, por exemplo.

Mas, este gosto pela amplitude visual em detrimento da compartimentação excessiva acarreta alguns problemas de design de interiores que os profissionais têm de ultrapassar.

Apesar da unificação espacial, é importante estabelecer fronteiras para melhorar a distribuição dos elementos no espaço e as vias de passagem entre os diversos ambientes criados. E, é nisso que nos focamos hoje!

Este artigo traz-lhe quatro ideias para separar a sala de estar da sala de jantar. São ideias simples mas extremamente eficazes a dividir, sem separar, a fazer uma fronteira impalpável que não limita o olhar, e que lhe podem ser muito úteis para o seu projecto. Seja para implementar sozinho ou para discutir com o profissional escolhido para o fazer, estas ideias são excelentes e não pode perdê-las!

1 – Lâminas pivotantes

Começamos por uma ideia inteligente e que resulta na perfeição.

Os trabalhos podem levar ao desaparecimento de algumas paredes, unindo desta forma ambientes anteriormente separados, mas que geram também soluções de design de interiores astutas e muito bonitas. Trata-se de uma divisória de ripado vertical com lâminas pivotantes.

O que significa isto? Significa que as lâminas podem unir-se ou separar-se rodando num eixo! Assim, a amplitude pode ser total ou parcial, em função dos gostos e necessidades dos habitantes da casa! Uma ideia fabulosa, certo?

2 – Uma lareira muito especial

Esta ideia só se tornou possível graças às novas tecnologias, no que respeita a lareiras e recuperadores de calor. E embora já comece a ser mais usual ver lareiras de dupla face, a servir como fronteiras entre ambientes, ainda continua a ser um design fabuloso que promete perdurar no tempo, em estilo e em conforto.

A estrutura da lareira faz a fronteira entre a sala de estar e a sala de jantar, mas não só. Serve também como suporte para os ecrãs de televisão, para organização de cabos e para decoração! O estilo e a função de mãos dadas!

3 – Diferentes níveis de piso

Por vezes, o terreno tem destas contingências… Inclinações e depressões que condicionam a configuração da construção e obrigam os interiores a reflectirem essa faceta, através de pisos em cotas distintas. Essa faceta, que poderia ser vista como um contra, pode ser utilizada para criar designs de interiores de sonho, servindo como separador natural para ambientes distintos.

Se gosta da estética, se a sua casa tem um pé direito generoso e o espaço permite, pode pedir ao seu arquitecto de interiores que inclua estas quotas diferentes no seu open space.

4 – Diferenciação através do pavimento

Para terminar, uma ideia absurdamente simples mas que, muitas vezes, não ocorre a quem planeia espaços abertos, sobretudo sem o aconselhamento seguro de um designer de interiores – pavimentos diferentes em ambientes diferentes!

Lembre-se de procurar equilíbrio estético, pois de outra forma apenas vai conseguir um erro ruinoso para a imagem da sua casa com a combinação de diferentes pavimentos.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais