Condensação de paredes interiores: formação, identificação, resolução
segunda, 29 de março de 2021 Homify Sílvia Cardoso JDias

A humidade é um problema com o qual muitas pessoas se deparam. Quando começam a surgir manchas nas paredes, quando os ambientes se tornam bafientos, as janelas estão constantemente embaciadas e o ambiente, no interior da casa, é pesado e abafado, percebe-se, de imediato, o que está a acontecer. A humidade pode ter diferentes causas que devem ser identificadas à partida para que se consiga resolver o problema devidamente.

Quem está a construir ou a remodelar casa, deve ter particular atenção à qualidade da construção. Deficiências estruturais, um mau isolamento, a ausência de impermeabilização ou uma casa mal ventilada. Estes factores só poderão vir a trazer problemas no futuro, pelo que vale a pena investir na qualidade e atentar aos pormenores para, mais tarde, poder ter conforto.

Note-se que o excesso de humidade aumenta a probabilidade do aparecimento de doenças respiratórias como a asma, a bronquite, a sinusite e pode até mesmo provocar infecções pulmonares. Além do mais, pode causar cansaço, dificuldade em respirar, dor de cabeça, sensação de mal-estar e problemas nos ossos e músculos. A humidade produz, também, efeitos nefastos no mobiliário, nos alimentos, em elementos expostos que podem oxidar e nas roupas que ficam impregnadas com o cheiro a mofo. Estes parecem-nos motivos mais do que suficientes para a humidade ser levada a sério.

Hoje, falamos-lhe sobre a humidade provocada por condensação. Será que é este o tipo de humidade que tem nas suas paredes? 

Saiba mais sobre o assunto.

1. Humidade por condensação: como acontece?

Como se forma a humidade por condensação? Ora, o ar tem vapor de água que é tanto maior quanto mais alta for a temperatura num determinado local ou quanto maiores forem as diferenças de temperatura. Se estiver, por exemplo, a cozinhar com as janelas fechadas, elas depressa se enchem de gotículas, certo? Isto acontece porque o calor que está na cozinha entra em contacto com a superfície fria da janela, criando um fenómeno de condensação. Quando o ar alcança um nível de saturação de vapor de água, este converte-se em água, designadamente sobre as superfícies frias como os vidros, os metais e as paredes, sendo que numa superfície porosa a água penetra.

​2. Qual é o aspecto da humidade por condensação e que áreas são afectadas?

A humidade pode surgir numa casa por diversos motivos: há a humidade provocada pela chuva, a humidade resultante de fugas na canalização, a humidade por capilaridade, e assim por diante. A origem importa porque cada tipo de humidade se apresenta de forma diferente e se se souber identificar o que a está a provocar, conseguir-se-á resolver o problema em conformidade.

A humidade por condensação identifica-se pelo surgimento de manchas com aspecto irregular que podem ser acompanhadas por bolor e pelo cheiro bafiento no ar. As manchas aparecerão nas paredes e nos tectos, principalmente nos cantos e com maior incidência no Inverno quando o tempo arrefece e chove. As paredes mais afectadas são as que estão orientadas para Norte e Nordeste. Além do mais, os vidros apresentar-se-ão muitas vezes embaciados e durante longos períodos de tempo.

Um dos métodos para saber se um determinado local está a criar condensação assenta no uso de papel de alumínio: pegue numa pequena porção de papel de alumínio e cole-o à parede. Se, uns dias depois, o papel ficar húmido, então está perante um problema de humidade por condensação.

3. Humidade por condensação: como resolver o problema?

A melhor solução para resolver o problema da humidade criada por condensação passa, necessariamente, por melhorar a renovação do ar no interior da casa.

Com vista a promover essa renovação do ar, deve abrir frequentemente as janelas e proceder à instalação de sistemas de ventilação e de extracção nas condutas de ar da casa de banho e em janelas que estejam, preferencialmente, em fachadas opostas. Pondere, também, trocar a caixilharia tradicional por caixilharia com ventilação integrada e instalar grelhas nas portas interiores. Em zonas muito húmidas, vale a aposta em unidades de tratamento de ar ou em aparelhos de ar condicionado. Para além de controlarem a temperatura do espaço, são equipamentos que minoram a quantidade de valor de água no ar. Lembramos, ainda, a importância de verificar se há janelas e portas instaladas deficientemente. 

Dentro da casa, revestimentos pouco respiráveis como a membrana plástica levam ao cúmulo de humidade no interior. Retirar a membrana plástica e privilegiar a utilização de tintas aquosas antifúngicas pode ajudá-lo a mitigar o problema. Recordamos-lhe que há equipamentos que geram humidade como os secadores de roupa ou o aquecimento central.

As janelas, como mencionámos, são as superfícies onde a condensação se gera amiúde. Para controlar esse problema nas janelas, instale revestimentos nos vidros ou janelas duplas de maneira a reduzir o choque térmico. A calafetagem de ranhuras e superfícies é igualmente eficaz.

Há ainda pequenas rotinas que pode incorporar no seu dia-a-dia: enquanto cozinha, tape os tachos e as panelas para minorar a fuga de vapor de água e mantenha o exaustor ligado. Vale acrescentar que os aparelhos eléctricos geram menos humidade do que os aparelhos a gás. No mais, quando tomar banho, evite fechar a porta e instale, sempre que conseguir, uma forma de ventilar o espaço.

Estas soluções não anulam por completo a humidade, mas diminuem a condensação e permitem-lhe saber se terá que partir para uma mudança estrutural mais custosa.

*Fonte: Deco Proteste

​4. A minha casa é nova e já tem humidade. Porquê?

Ao contrário do que se possa pensar, não é raro as casas novas terem paredes húmidas. Uma casa recém-construída poderá ter este problema devido à evaporação da água existente nos materiais de construção enquanto eles secam, o que pode demorar mais de um ano. Se isto está a acontecer na sua casa, então use um desumidificador.

​5. Isolar paredes interiores

isolamento é importante para proporcionar às casas conforto térmico e acústico. No que diz respeito à resolução do problema da humidade causada por condensação, deve também ser tido em conta. O isolamento permite que a temperatura das paredes interiores seja mantida acima do ponto de orvalho. O isolamento de paredes interiores é o melhor quando não se tem a opção de adicionar isolamento ao exterior da propriedade.

Registe-se, porém, que, por muito importante que seja isolar adequadamente uma casa para optimizar o conforto e reduzir os níveis de consumo da mesma, é fulcral que o ar seja capaz de circular no interior de modo a que a humidade seja evacuada.

As soluções de isolamento e os trabalhos de impermeabilização devem, nesse sentido, andar de mãos dadas com a ventilação. Só assim se conseguirá o conforto, a higiene e a segurança desejadas. Entre outros problemas, uma fraca circulação de ar acentua o risco de formação de monóxido de carbono.

​6. Isolamento com cortiça projectada

A cortiça projectada é um bom material para usar como isolamento. Garante flexibilidade e resistência mecânica, um bom isolamento térmico e acústico, excelente aderência, é impermeável, antifúngica e anti-salitre, é atóxica, tem excelente respirabilidade e traz maior elasticidade. As características da cortiça projectada consentem a sua aplicação no interior e no exterior em qualquer superfície – parede, tecto ou pavimento. Para quem procura um material ecológico e biodegradável que seja seguro em espaços com crianças – como quartos, creches, entre outros -, a cortiça projectada é uma boa opção.

7. Isolar paredes interiores contra a humidade

À partida com este artigo já saberá identificar a humidade por condensação a fim de poder resolver este pesadelo.

Se for amigo do ambiente não se esqueça que a melhor opção é a cortiça projectada para isolar a sua casa e diga adeus à condensação.

​8. Que profissionais lhe podem ser úteis?

Valha-se do aconselhamento de quem sabe para transformar a sua casa num lugar mais confortável. Um arquitecto podê-lo-á, também, ajudar neste sentido e recomendar, por exemplo, o melhor tipo de isolamento para a casa. O profissional de que precisa poderá depender daquilo que está a causar a humidade.

Peça orçamentos antes de tomar uma decisão.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais