Dicas para tornar a sua casa mais fresca no verão
sexta, 19 de junho de 2020 Homify Elisabete Figueiredo

O Verão está mesmo aí a chegar! Ele não quer saber de confinamentos, não se compadece de vírus, vem mesmo que devagar e quase sem se dar por ele. Em pouco tempo as casas, que até aqui se queriam quentes e aconchegadas, passarão a precisar de ser mantidas o mais frescas possível para continuarem confortáveis.

O ar condicionado é uma das formas mais eficientes de arrefecer a casa nas épocas quentes, mas temos de concordar que não é nada ecológico e muito menos barato!

Numa altura em que a poupança e a protecção do meio ambiente são preocupações cada vez maiores, torna-se importante encontrar soluções alternativas ao ar condicionado.

Já sabe que a homify está sempre aqui para ajudar, por isso, o artigo de hoje traz-lhe um leque de sugestões e ideias para manter a sua casa mais fresca durante dos dias quentes, sem recurso aos uso de equipamentos eléctricos. Venha descobri-las!

1 – Abra as janelas

Esta dica parece óbvia, para refrescar é preciso abrir as janelas e deixar o ar circular. Mas na realidade não se trata de abrir simplesmente as janelas de forma aleatória!

Abrir as janelas nas horas mais quentes do dia vai apenas fazer com que a sua casa fique cada vez mais quente porque vai deixar entrar o ar quente. Abrir uma janela por si só pode não ter um grande impacto pois pode não deixar o ar circular. Então o que fazer?

Abra as janelas depois da noite cair ou de madrugada, se conseguir, pois estas são as horas mais frescas do dia e feche-as nas horas de luz. Tente criar túneis de vento e correntes de ar entre compartimentos da casa, mantendo também portas interiores abertas em função da configuração da habitação. Se usar ventoinhas conjugue a sua acção com a da natural corrente de ar para optimizar o arrefecimento.

Uma ideia um pouco diferente consiste em usar um lençol molhado pendurado como cortina para refrescar a brisa que ainda vem quente lá de fora. Acreditamos que pode não servir para todas as casas, mas em caso de grande necessidade é uma boa ideia.

2 – Feche cortinas e estores

No seguimento da sugestão anterior deixamos agora esta: – assim que o dia nascer ou enquanto não anoitecer feche os estores e as cortinas. Esta medida simples ajuda muito a manter a temperatura mais baixa. Mesmo que seja apenas dois graus já é uma grande ajuda a enfrentar o calor!

As cortinas e os estores vão impedir que a forte luz solar entre nos espaços interiores e transforme a sua casa numa estufa.

3 – Evite cozinhados de forno e fogão

Pode parecer residual, mas o forno e o fogão aquecem muito a casa, em especial quando se trata de um espaço pequeno de apartamento. Nos dias quentes o nosso conselho é que evite estes equipamentos e privilegie alimentos de confecção rápida, de preferência saladas e frescos. Aproveite o bom tempo e cozinhe lá fora, aproveitando o grelhador, nem que seja numa pequenina varanda. Assim o calor fica no exterior e mantém a sua casa mais fresca!

4 – Use o exaustor

Não vai usar a cozinha para cozinhar, mas pode usar para refrescar! Ligue o exaustor do fogão por algum tempo, mesmo que não esteja a cozinhar. Este equipamento foi especialmente concebido para sugar o ar quente e o vapor dos seus cozinhados e vai ser bastante útil a extrair o ar quente da sua casa no verão. Esta método é bastante eficaz em open spaces de pequenas dimensões.

Também pode usar o extractor de humidade da casa de banho para a mesma finalidade.

5 – Retire todas as decorações que transitam sensação de calor

Está na hora de saírem as mantas de lã, os tapetes felpudos, as almofadas de veludos e tantos outros acessórios decorativos que tornam a sua casa mais quente. Substitua estes elementos por tecidos frescos de algodão ou linho, tapetes de juta ou ráfia, padrões florais e cores frescas, em verde e azul-claro, por exemplo.

6 – Aposte em cores claras

As cores claras são a melhor aposta para conseguir um ambiente visualmente mais refrescante e combater o calor. Já referimos as cores frias e os padrões florais frescos, mas um ambiente carregado em branco total ou cinza claro também funciona maravilhosamente. Aproveite e siga uma via mais minimalista, guardando tudo o que possa dar ao ambiente uma sensação menos arejada.

7 – Plantas na varanda

As varandas são o habitat natural das plantas na cidade, pelo que já é natural encontrá-las aí. No entanto esta ideia trata-se de colocar plantas mais altas nestes espaços, tapando parcialmente a entrada de luz pelas superfícies envidraçadas e dando um tom mais fresco não só à varanda, mas também ao ambiente interior.

8 – Pensa na iluminação

Esqueça as luzes normais, incandescentes ou de halogéneo! Esta iluminação produz muito calor e isso repercute-se no conforto da sua casa no verão. Se não houvesse outra solução, teríamos que as usar, mas actualmente as lâmpadas de LED são muito mais eficientes: – quase não produzem calor e gastam muito menos energia. É só poupança!

9 – Dormir rente ao chão

O ar quente sobe, o que significa que, quanto mais alta for a sua cama, mais calor vai sentir. Os beliches superiores nesta altura podem tornar-se bastante desconfortáveis. Assim, se tiver possibilidade, arranje uma cama mais baixa, retire as pernas da sua cama de sempre ou simplesmente desmonte-a e durma no colchão directamente sobre o pavimento para conseguir uma sensação térmica mais agradável.

10 – Roupas de cama

Deixamos-lhe mais uma ideia para dormir mais fresco: – colocar as roupas de cama certas! É certo que ninguém consegue manter as flanelas e os polares do inverno em pleno verão, mas mesmo assim ainda se cometem muitos erros na escolha dos têxteis de cama.

Para uma noite mais tranquila e fresca esqueça os tecidos sintéticos, mesmo que pareçam frios ao toque. Estes tecidos vão fazer fricção o que aumentará a sensação de calor, a transpiração e o desconforto. Opte por têxteis de fibras naturais, como o algodão biológico ou o linho que deixam a pele respirar e são mais confortáveis e frescos.

11 – Medidas a longo prazo

Para ter um controlo de temperatura mais eficaz e económico a longo prazo tome medidas mais duradouras.

A instalação de toldos e palas nas janelas e varandas, um melhor sistema de isolamento, estores de corte térmico ou outras medidas que possam contribuir para o controlo da temperatura no interior das habitações, vão traduzir-se em melhores condições de habitabilidade e mais poupança por muito mais tempo.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais