Ideias para roupeiros, para ter tudo em ordem!
sexta, 23 de março de 2018 Homify Ida Gaspar JDias

Roupa aqui, roupa ali, tudo fica amontoado e sem sentido? Ok, está instalado o caos no seu roupeiro!! Mas não se preocupe porque não é só o seu, é o do vizinho, é o meu e tantos outros. A verdade é que existem algumas regras de organização para manter um roupeiro impecável e em ordem.

Já viu o que é abrir o roupeiro e encontrar logo a roupa que queríamos ou percebermos mais facilmente qual peça combina com outra.

Vamos aproveitar a vinda da primavera para fazer uma valente limpeza ao nosso armário, está combinado? Então vamos a isso e bora lá arregaçar as mangas!

1. Como organizar um roupeiro?

Dica nº1 – organize a sua roupa por categoria e cor: comece por selecionar as suas roupas criando montes da seguinte forma: calças, saias e calções, camisolas, blusa de manga comprida, t-shirts de manga curta e tops sem manga, camisas, etc. Esta gestão da roupa irá permitir que encontra cada peça, para que não perca tempo frente ao guarda-roupa todas as manhãs.

De seguida, organize a sua roupa uma segunda vez, mas desta vez por cores. Vai ver que será muito mais prático e fácil de combinar aquela saia… verá de imediato o que combinar com a tal saia… 

Se o seu armário for profundo, coloque montes de roupas que não irá usar nesta estação (por exemplo t-shirts sem manga, no inverno).

Dica n°2 - Use caixas para roupas mais pequenas e para sapatos: caixas de tecido, em vime, em cartão ou em plástico, as caixas permitem organizar facilmente roupas mais pequenas que se tendem a espalhar no armário, como sutiãs, cuecas, meias, biquinis, cintos ou cachecóis. Há também caixas práticas com vários compartimentos para organizar meias ou collants. Quanto aos sapatos prefira caixas fechadas, de modo a evitar maus cheiros. Não se esqueça de etiquetá-las, para que seja mais fácil encontrá-las. Pode até tirar uma fotografia ao sapato e colá-la em frente da caixa.

Dica n°3 – Arrume a roupa menos usada em altura: ao contrário das roupas do dia-a-dia, as toalhas de banho, as mantas ou os lençóis não são usados no quotidiano. Coloque-os nas prateleiras de cima, isto nas zonas de menos acesso e práticas do seu armário.

Dica n°4 – use apenas um tipo de cabide no seu roupeiro: se optar por cabides iguais irá ganhar espaço: de madeira, pretos ou brancos. Coloque-os no mesmo sentido e ponha só uma peça de roupa em cada. Esta solução é estética, mas também prática, para encontrar a roupa que quer, sem que tudo caia.

Livre-se dos cabides da lavandaria, desformam as roupas!

Dica n°5 - arrume por categoria: Roupas compridas (vestidos, casacos,… ) de um lado do guarda-roupa, roupas curtas (saias, blusões, camisas… ) no outro. Este método permitirá que instale caixas de armazenamento por baixo das roupas curtas para poupar espaço. Para os seus cachecóis e lenços, use cabides especiais que oferecem a possibilidade de organizar uma dúzia de peças num só lugar!

2. Pratica o desapego

Uma das regras básicas quando precisamos de saber se queremos ou não guardar uma peça de roupa ou um par de sapatos, é pensar que cada peça que não foi usada a mais de um não será mais usado (exceto roupas e sapatos para cerimónias que são mais radas as ocasiões). Para isso, pode colocar os cabides virados para a frente e à medida que usa coloque o cabide ao contrário, os que se mantiverem a mesma posição até ao próximo ano é porque não usou aquela peça de roupa.

Na limpeza ao seu roupeiro, faça vários montes: um para guardar, outro para doar e um terceiro para deitar fora. A roupa em boas condições será dada a associações ou diretamente a pessoas mais necessitadas. As roupas que estiverem em mau estado coloque-a em contentores próprios, há vários pela cidade.

Há outra regra que pode aplicar também: por cada peça que entra, uma tem que sair. Se acha que não a pode aplicar é porque os seus armários estão cheios o suficiente.

Na próxima vez que comprar, lembre-se que aquele dinheiro poderia ser para uma viagem ou para a conta poupanças. Diminua o consumismo e recicle o que já tem.

Dica extra: roupas em boas condições mas que já não quer, podem ser colocadas à venda na internet, em lojas de revendas, feiras ou pode até criar o seu próprio  stand de venda.

3. Ideias de roupeiros para o seu quarto

Opte por um roupeiro de canto no quarto: é uma forma de ocupar um espaço do quarto que não é usado. Pode encontrar um modelo ao seu

gosto em loja ou pode ter um modelo personalizado que inclui cabides, gavetas e prateleiras para organizar tudo como quer. O intuito é o mesmo, apenas está a poupar uns bons valiosos centímetros no quarto.

Escolha um armário que seja móvel para o seu quarto. Nem sempre sabemos onde colocar o armário na divisão, para não incomodar as idas e vindas. Faça vir o móvel até si! Se gosta de ajustar e trocar regularmente o layout do seu quarto ou criar novos ambientes, será bem mais prático ter um roupeiro com rodas. Prefira módulos estreitos e leves invés de roupeiros pesados que não irá conseguir empurrar. Se não quiser investir em modelos designs e funcionais, pode sempre criar o seu com prateleiras e charriots que encontrará facilmente no mercado.

Recicle móveis antigos para arrumar as suas roupas. Alguns móveis antigos rapidamente tornam-se volumosos quando estão em más condições ou quando nem conseguimos encontrar utilidade. Mas se olhar com olhos de ver, talvez consiga ver um potencial, como tal toca a arregaçar as mangas para reciclá-lo. Aquele velho roupeiro industrial que já não quer, o armário antigo em carvalho em mau estado, que herdou da sua tia-avó pode afinal ser um peça must-have no seu quarto. Com novos puxadores e uma nova tinta terá um roupeiro impecável e pronto a ser usado outra vez.

4. Decorações para ter um roupeiro com estilo

Se quiser dar um update ao seu armário ou invés de comprar novo dar-lhe uma nova vida, veja as nossas dicas para customizá-lo sem se arruinar:

- Forrar o fundo do roupeiro com papel de parede ou outro papel colorido, com padrões florais ou geométricos. Esta ideia é ótima para quem tiver um roupeiro aberto, é uma forma de decorar o roupeiro e o ambiente também.

- Se tiver um roupeiro fechado pode pintar as portas e as gavetas numa cor gira, até pode ser branco, se estiver cansado do seu antigo móvel de madeira escura.

- Invés de pintar todo o roupeiro, pode desenhar apenas umas formas, tornando o roupeiro com mais carácter.

- Um autocolante ou um vinil poderá ser uma solução prática para cobrir um roupeiro velho.

- Troque os puxadores do móvel novo ou antigo. Há imensas opções no mercado, para todos os estilos e gostos. É uma forma rápida, prática e barata de personalizar um roupeiro.

- Coloque as peças mais pequenas dentro de caixas cria logo um olhar limpo e organizado ao seu roupeiro.

- Insira lâmpadas LED's, por exemplo, nos vários compartimentos do seu roupeiro. Além de criar um efeito Wow, irá ajudá-lo na hora de procurar uma peça de roupa.

- Às vezes não é necessário muito para reinventar um móvel e ampliar o espaço. Um sticker espelho ou um espelho na porta do armário ajudarão que se prepare melhor pela manhã, enquanto dá uma aparência mais moderna ao quarto.

Se precisar de ajuda não hesite em contactar um decorador ou um designer de interiores.

5. Como deixar um armário com um cheiro agradável?

onha com um armário  que cheira bem, por muito tempo? Além do aroma a detergentes e amaciadores que desaparecem ao longo do tempo, existem outros métodos para perfumar a sua roupa, de forma permanente, no armário.Temos algumas dicas e truques para dar que o seu armário tenha sempre aquele cheirinho a roupa lavada. E esqueça de vez as bolas de naftalina!!

1 -  Saquinho tradicional de flores secas. Este truque de avó é o mais conhecido e mais eficaz até hoje. O perfume que sai é realmente agradável. Todos podemos criar estes saquinhos de flores. Deixe um ramo de flores secas de cabeça para baixo (alfazema, alecrim hortelã… ), perto da janela ou noutro local seco, por duas ou três semanas. Depois coloque as flores numa bolsa à sua escolha, prende-o com uma fita bonita.

2 - Óleos essenciais. Escolha um material absorvente como o algodão ou uma pedra porosa, por exemplo. Coloque-o nos óleos essenciais e amarre-os de forma a pendurá-los no seu armário. Pode também encontrar difusores de óleos essenciais no comércio que se suspender facilmente nos roupeiros. Pense nos eucaliptos (natural ou óleo essencial) e madeira de cedro (bolas ou pequenos sacos) que protegem naturalmente as suas roupas contra a traça.

3 - Sais de banho. Recebe sempre como presentes sais de banho, mas não tem banheira em casa? Use-os para perfumar os seus armários. Coloque-os diretamente no seu roupeiro ou dentro de bolsas. 

4 – Sabonetes. Use sabonetes com formas decorativas, corações, por exemplo. Coloque-os numa pequena bolsa transparente que pode encontrar no mercado e disponha-os no seu roupeiro.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais