Luzes de tecto: 8 ideias para tornar os seus espaços mais brilhantes e sofisticados
domingo, 08 de março de 2020 Homify Elisabete Figueiredo JDias

Iluminar os espaços interiores e exteriores é quase sempre uma boa oportunidade para apostar na decoração, e isto acontece há centenas de anos!

Frisos e florões de gesso, lustres majestosos e candeeiros dos mais diversos materiais enfeitaram palácios um pouco por toda a Europa, mas praticamente todas as culturas e todos os estratos sociais aproveitam as fontes de luz para dar um toque mais cuidado aos espaços interiores. Actualmente essa tradição mantém-se forte, abrangendo praticamente todos os lares do mundo!

Hoje trazemos-lhe uma pequena selecção de projectos de iluminação que o vão encantar. Se está à procura de ideias ou apenas ama decoração, não pode perder!

1 – Um toque retro, uma pitada de moderno

Começamos pela cozinha.

Este espaço, muitas vezes é esquecido no que toca à iluminação, o que acaba por gerar espaços pouco funcionais onde não é agradável trabalhar, mesmo que o design seja actual. Quantas vezes já não viu cozinhas onde a bancada é tão mal iluminada que mal se consegue ver o estado dos vegetais que se está a cortar ou se a loiça está bem lavada?

A iluminação natural deve ser bem complementada com iluminação de tecto estrategicamente colocada para tornar tudo mais brilhante, mais clean e mais funcional. Aos focos simples de LED colocados no tecto sobre a área de trabalho, juntar focos colocados sob os armários e, para dar um toque mais sofisticado, na área de refeições candeeiros suspensos com campânula de vidro, que dão um toque retro intemporal. Adorável e super prático!

2 – Discreto mas bem presente

Com um design tão simples e minimalista, quase frio, baseado no branco dos armários e no preto da bancada, consegue-se criar um ambiente caseiro e familiar.

O segredo está nos detalhes, como os acessórios, a loiça e, claro, na iluminação.

O projecto de iluminação segue as mesmas premissas de funcionalidade e conforto da utilização do espaço e o candeeiro, discreto, mas bem presente, deve estabelecer uma nota de refinamento e elegância.

3 – Um céu estrelado

Agora passamos para as salas e temos para si quatro ideias brilhantes!

Distribuir uniformemente focos no tecto para dotar de iluminação artificial um espaço já favorecido com imensa iluminação natural. Esta escolha permite criar uma sensação de continuidade entre a luz exterior com a interior e assim manter intacta a amplitude, mesmo de noite.

4 – Inexplicavelmente fabuloso

Tecto falso em madeira natural cria um ambiente espectacular, mas pode tornar o espaço mais escuro por isso deve incluir uma sanca iluminada, que além de tornar o espaço mais brilhante e luminoso, faz com que o tecto pareça flutuar.

5 – Diversas fontes de luz

Aos vários focos de luz bem posicionados une-se a luz de um friso embutido no tecto, contribuindo para criar uma imagem única.

6 – Jogos de volumes – a luz vs a sombra

Criar molduras no tecto e colocar iluminação embutida permite obter uma iluminação personalizada com o formato desejado.

É incrível como os volumes e relevos podem demarcar tão bem as diferentes áreas.

7 – Mantendo a atmosfera suave

Das salas passamos para os quartos e temos duas ideias para si.

Fazer um friso iluminado em nicho no tecto por cima da cama dá-lhe todo o destaque, como deve ser num quarto, e além disso proporciona uma iluminação mais forte para quem gosta de ler antes de dormir!

8 – A incidência é tudo!

Terminamos com a ideia de um friso iluminado em nicho no tecto, tal como na ideia anterior, mas desta vez colocado diante do closet ou da entrada para a casa de banho que, além de iluminar, esta faixa estabelece uma separação subtil entre as diferentes áreas.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais