7 modelos diferentes de bancos altos para cozinha
sábado, 26 de outubro de 2019 Homify Ida Gaspar JDias

As barras e as ilhas de cozinha estão na ordem do dia, conferem um design incrível ao espaço e são muito práticas no nosso dia-a-dia. Mas para complementá-las e usá-las como deve ser, não podemos prescindir de uns bancos altos. A quantidade que iremos escolher dependerá do tamanho da ilha ou da barra de cozinha. Poderá ser apenas um, mas também dois, três ou até quatro, geralmente, não temos muito mais do que isso. Porquê? Pelo simples facto que uma barra ou ilha de cozinha é como uma mesa de apoio, para conviver ou tomar uma refeição mais rápida, por isso, quando o número de pessoas já é elevado é preferível usar a mesa de jantar.

Depois de definir a quantidade necessária de bancos altos para cozinha, há que pensar no design e na cor que preferimos. Com encosto ou sem? Estofados ou não? Escuros ou claros? Madeira, polimérico ou de pele? Fixos ou giratórios? Enfim, há uma série de questões a ter em conta. Neste sentido, para ajudá-lo reunimos umas quantas opções. Venha daí descobri-las!

1. Bancos altos simples e discretos

Optar por bancos altos sem encosto é bastante prático para deixá-los arrumados e discretos na sua cozinha. Ficam por baixo da mesa ou da ilha da cozinha e não ocupam o caminho.

Pode optar por uma cor similar à ilha da cozinha ou uma cor oposta, desde que se enquadre com o restante ambiente. A ideia é deixar o ambiente uniforme e harmonioso esteticamente.

2. Design do futuro

Este modelo de banco alto é como que fixo ao chão, o que permite uma grande estabilidade e segurança. Além disso, apresenta um pequeno encosto para as costas, tornando-se mais ergonómico.

Aproveita-se também o espaço inferior da barra de cozinha, de modo a colocar lá os bancos.

3. Minimalistas

Como referíamos na introdução, há modelos de bancos altos para todos os gostos e feitios. O mais difícil será decidir qual, mas tenha sempre em conta o design da sua cozinha, para criar um ambiente harmonioso e bonito.

Por exemplo, se tiver uma cozinha minimalista, com linhas simples e depuradas, bancos altos com uma estrutura fina e assento branco serão ideais.

4. Bancos altos estofados

Para maximizar o seu conforto e o dos seus convidados opte por um banco alto estofado. Mas atenção: é importante escolher um revestimento que seja lavável ou que possa ser removido para ir à máquina de lavar roupa. Como deve imaginar há riscos de manchas em bancos altos de cozinha!

5. A cor dos bancos altos

A opção da cor dos bancos altos recai no design da sua cozinha, mas também no seu gosto pessoal. Gosta de ambientes mais coloridos ou neutros? Quer tudo discreto ou salpicar um pouco de cor no espaço? O tecido do banco é removível ou não? Esta última questão é pertinente, pois se a forra do banco for removível pode trocá-la quando quiser, e escolher uma nova cor para mudar a decoração da sua cozinha.

6. Acrílico transparente

Os bancos altos em acrílico são muito comuns nas cozinhas dos portugueses, por ser uma opção versátil, prática e discreta. Além disso, são fáceis de limpar e são confortáveis.

Existem várias cores de acrílico, sendo que uma vez mais irá depender da cor da sua cozinha e do seu gosto pessoal.

7. Giratórios

Há bancos altos que giram em 180º ou 360º. Um detalhe que pode fazer diferença na sua tomada de decisão, nomeadamente se o banco alto da cozinha partilhar espaço com a sala de estar. É uma forma de estar mais facilmente em contacto.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais