Os tipos de tintas mais populares e como podem ser aplicados
segunda, 22 de novembro de 2021 Homify Sílvia Cardoso JDias

O tipo de tinta que escolhe é tão importante como a cor. Repare que a qualidade do trabalho de pintura e o acabamento que pretende dependem do tipo de tinta e não da cor, por isso, se se está a preparar para pintar a casa, por dentro ou por fora, não deixe de se informar a esse respeito e de pedir amostras para que possa experimentar cada tinta na parede antes de pintar a superfície na sua totalidade. Além do mais, é importante ter em conta o uso que dá ao espaço que vai ser pintado. Numa cozinha, por exemplo, é oportuno ter uma tinta resistente e de fácil lavagem.

Hoje, dedicamos o nosso artigo aos cinco tipos de tintas mais populares. O que as define? Que prós e contras lhes estão associados? Em que ambientes devem ser utilizadas? É isso que lhe vamos explicar neste artigo. Não queremos, porém, deixar de realçar que entregar o trabalho de pintura a profissionais será sempre a melhor opção para obter um resultado de alta qualidade.

 

O top 5

Estes são os 5 tipos de tintas mais utilizados, actualmente, pelos profissionais do mercado:

  • Tinta látex
  • Tinta acrílica
  • Tinta epóxi
  • Tinta sintética
  • Tinta super lavável

1. Tinta látex

Feita à base de água, é um dos tipos de tinta mais comuns no mercado, sendo especialmente utilizada em revestimentos internos e em ambientes secos que não careçam de constante manutenção. Com um acabamento mate, estes são os prós e contras que deve reter:

Prós: trata-se de uma tinta económica, de secagem rápida e baixo odor e que disfarça facilmente imperfeições da superfície.

Contras: não oferece resistência ao sol, não é lavável e não suporta humidade, daí não poder ser usada no exterior.

2. Tinta acrílica

À semelhança da tinta látex, também a tinta acrílica é feita à base de água. Porém, é diferente noutros aspectos. Está disponível com acabamentos mate, semi-brilho e brilho. Estes são os principais prós e contras:

Prós: a tinta acrílica seca rapidamente, é resistente à humidade e pode ser lavável, por isso, é própria para divisões húmidas, como a casa de banho ou a cozinha, e para exteriores, devido à sua alta durabilidade e resistência.

Contras: por outro lado, para se obter um bom acabamento, é necessária a pintura completa da superfície, visto que os retoques são evidenciados. Para disfarçar os retoques, use tons mais claros como, por exemplo, o off-white.

3. Tinta epóxi

Uma espécie de Santo Graal das tintas, a tinta epóxi é, inegavelmente, um dos tipos de tinta mais resistentes, podendo ser encontrada à base de solvente e à base de água.

tinta epóxi à base de solvente é mais resistente ao desgaste por atrito e produtos químicos e pode, também, estar em contacto com a água. É recomendada para a pintura de caixas de água (as piscinas não estão incluídas devido aos químicos de tipo cloreto) e de locais onde há necessidade de resistência mecânica com os pisos de garagem.

Por seu lado, a tinta epóxi à base de água possui uma boa aderência a superfícies lisas e é resistente à humidade, sendo indicada para a cobertura de cerâmicos de um modo geral.

Está disponível com acabamentos em semi-brilho e brilho e tem as seguintes vantagens e desvantagens:

Prós: alta resistência a atrito e a químicos, altamente lavável e possibilidade de permanecer em contacto directo com a água. Possui aderência a cerâmicos e está disponível num vasto leque de cores.

Contras: a principal desvantagem é a secagem demorada e o odor que apresenta e que é prejudicial à saúde. Este tipo de tinta requer aplicação profissional e possui alto valor de mercado por oposição às restantes opções.

4. Tinta sintética

A tinta sintética é desenvolvida especialmente para superfícies de ferro e madeira. Feita tradicionalmente à base de óleo, mas disponível em versões à base de água. Encontra-a com acabamentos mate, semi-brilho e brilho.

Prós: boa aderência ao ferro e à madeira, secagem rápida e de baixo odor, resistência à água e à exposição solar, mas não à ferrugem do ferro.

Contras: a tinta sintética é, por norma, mais cara do que as tintas de tipo látex e as tintas acrílicas standard. No mais, descascam com o tempo e não evitam a oxidação do ferro.

5. Tinta super lavável

Terminamos com a tinta super lavável, a melhor opção para ambientes que careçam de limpezas regulares e com grande tráfego de pessoas (como lojas). Esta tinta forma uma película resistente e de acabamento acetinado à qual adere menos sujidade e facilita a limpeza.

A tinta super lavável está disponível com acabamento semi-brilho e brilho.

Prós: como o próprio nome indica, é uma tinta super lavável. Além disso, possui secagem rápida e baixo odor.

Contras: são um pouco mais caras do que as tintas de tipo látex e as tintas acrílicas standard. Além disso, não possuem membrana, isto é, não resiste ao exterior e, pelo brilho (ou semi-brilho), não disfarçam imperfeições da superfície.

Este website usa cookies para melhorar a navegação dos nossos utilizadores. Ao navegar no site está a consentir a sua utilização. Fechar ou Saber Mais